Décio Sândoli Casadei

Engenheiro de Minas graduado pela USP, Mestre em Tecnologia Mineral pela USP e Doutor em Engenharia Mineral pela USP. É pós-graduado em seis cursos realizados nos EUA e um na Suécia. Especialista em desmonte de rochas, risco ambiental, gerenciamento de custos e hidrologia na mineração. Membro da The Society of Mining Engineers desde 1980 e da International Society of Explosives Engineers desde 1994. Ocupou os cargos de presidente da Associação Paulista de Engenheiros de Minas e da Federação dos Engenheiros de Minas do Brasil, de conselheiro do CPRM, CREA/SP, diretor e membro do conselho consultivo do IBRAM e consultor do CNPq. Realizou atividades didáticas na Escola Politécnica da USP, de 1973 a 1986, como Professor Assistente Mestre – Economia Mineral II e Perfuração e Desmonte de Rochas e coordenador no Brasil de quatro cursos internacionais sobre Desmonte de Rochas. Foi chefe de setor na empresa Mineração Boquira, gerente técnico da Companhia Paulista de Mineração, diretor gerente na São Caetano do Noroeste, assessor da presidência na Companhia Brasileira de Mineração e é sócio principal da Casadei Engenharia Mineral.

Eduardo Antônio LadeiraTécnico pela Escola Técnica de Mineração e Metalurgia de Ouro, MG (1958). Geólogo pela Escola de Minas de Ouro Preto – MG. (1963). Ph.D. na University of Western Ontario, Canada, 1980. Sócio Fundador da Sociedade de Intercâmbio Cultural e Estudos Geológicos – SICEG, de Ouro Preto; sócio efetivo da Sociedade Brasileira de Geologia desde 1968; membro da Academia Brasileira de Ciências desde 1976; full member da Society of Economic Geologists desde 1986; sócio fundador e Conselheiro da Associação dos Profissionais de Empresas de Mineração (APROMIN). Trabalhou como Geólogo Econômico do extinto Instituto de Tecnologia Industrial do Estado de Minas Gerais (l963-1964), Geólogo Assistente do Dr. John Cabreira, Centrais Elétricas de Minas Gerais – CEMIG (1964), Geólogo Chefe de Equipe da empresa Geologia e Sondagens Ltda., de Belo Horizonte (1964-1969), Professor Assistente, da Universidade de Brasília, Departamento de Geociências (1969-1974), Professor Adjunto, do Departamento de Geologia, Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto (1974-1984), Professor Visitante, do Departamento de Geologia, Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais (1984-1989), Professor Adjunto Concursado do Departamento de Geologia, Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais, (1989-1991), Professor Titular Concursado do Departamento de Geologia, Instituto de Geociências da Universidade Federal de Minas Gerais.(1991-1994), Sócio proprietário da firma GEOTECMIN – Geologia e Tecnologia Mineral Ltda. (1997-2010).

Fernando Crocco

Geólogo graduado pela UFMG (1985), com Mestrado em Geologia Estrutural pela UnB (1991), tendo sido aluno do Curso de Pós-graduação pela mesma UnB a nível de Doutorado por 2 anos (1991/1992) e Pós-graduado em Engenharia Econômica pela Fundação Dom Cabral (1997).

Atuou como profissional na Vale/Docegeo ao longo dos 18 anos, com experiências acumuladas nas diversas fases da Pesquisa Mineral, desde a fase de grassroot até a fase de pré-viabilidade, o que possibilitou uma compreensão abrangente de todo o ciclo/processo da Pesquisa Mineral.

Experiência solidificada nas técnicas de prospecção e pesquisa de depósitos minerais tais como planejamento, amostragens, acompanhamento de campanhas de sondagens (rotativa, rotopercurssiva e trado), avaliação do potencial de ocorrências e seus recursos, modelamento geológico 3D, estimativas de recursos e reservas, e monitoramento de direitos minerários e sua tramitação no DNPM.

Estas experiências foram construídas especialmente na prospecção de minérios de metais base (com destaque para Zn e Pb), de ferro e de ouro. Nas fases de conceituação de projetos e pré-viabilidade atuação também nas áreas de ferro e titânio. Experiências internacionais no Uruguai, Peru, Guiné e Índia na pesquisa de ferro e outras commodities. No Brasil amplo conhecimento da geologia do país tendo atuado em praticamente todos os estados da união. Possui 12 (doze) Artigos Técnicos publicados como autor e/ou co-autor em Periódicos e Congressos da área de Geologia.

Nos últimos 8 anos tem prestado Serviços de Consultoria em Geologia e Mineração para várias empresas do Setor Mineral em todo o Brasil e, também, no exterior, especialmente em Prospecção Mineral e minério de ferro. É consultor associado da J.Mendo desde 2011.

Frederico Lopes Meira Barboza

Geólogo Sénior com larga experiência em Exploração mineral, Geologia de Minas e Economia Mineral (M.Sc.) com atuação em cargos de alto escalão no governo federal, Diretor do DNPM e Secretário de Minas e Metalurgia do MEE, consultoria empresarial (CVRD, Votorantim Metais, Anglo American, ME4, Asperbás, ADIMB, IBRAM, Odebrech, SRK-Consulting Engineering, Hecla Minning, Delphi do Brasil) e consultoria governamental (SGM/MME, SEPLAN – Ministério do Planejamento, Instituto Geológico de Angola, ONU e OEA); é atual Diretor da Chroma Consultoria Ltda.

Luiz Eduardo C. Branco Paes (Fritz Paes)

Engenheiro Mecânico, graduado pela EEUFMG com larga experiência em equipamentos extra pesados para mineração. Em 85 fundou a Escola de Formação de Mecânicos da Sotreq SA e a conduziu formando profissionais especializados em Caterpillar. Atuou no segmento de Serviços (Manutenção) com foco na solução em campo de problemas mais complexos e elaboração de planos e programas de manutenção sob suporte de treinamentos na Caterpillar USA. Em 94 passou para a recém constituída Divisão de Mineração da Sotreq atuando na área de Aplicação e Operação de Equipamentos período no qual recebeu seis Certificações como Instrutor Demonstrador na Caterpillar Americana e três como Operador. Atuou no mesmo segmento na DCML, revenda Komatsu, período no qual (2006/07) recebeu Certificação em Carregadeiras pela Komatsu USA e trabalhou na África na coordenação de manutenção e operação em obras de Construção Civil. A convite da Caterpillar foi um dos demonstradores na feira internacional Minexpo no evento de Tinaja Hills em Tucson, AZ. Trabalhou por longo tempo com avaliações de aplicação de equipamentos nas minas, os “Site Assessments”.

Desenvolveu e executou projetos de formação profissional de Instrutores que seriam Certificados como tal pela Caterpillar Americana, “performando” 100% de aproveitamento o que constitui um recorde na empresa.

Com a “Fritz Consultoria & Treinamento” prestou consultorias a empresas como a U&M Mineração e Construção, Vale, Samarco, Tracomal, CSN, Verde Gaia, Grupo Coruripe e Sotreq.

Gilberto Dias Calaes

Técnico em Mineração (1966), Economista (1972), pós-graduado em Economia Mineral (1973), especialização em Economia da Pesquisa (1986) e doutorado em Geologia Regional e Econômica (2005). Atuação: mais de 30 anos na indústria mineral. Experiência: Planejamento estratégico, Avaliação econômica de projetos, Estudos de mercado e de viabilidade, Promoção e desenvolvimento de negócios, Ordenamento territorial, Desenvolvimento regional/ APLs.. Outros: Autor do livro Planejamento Estratégico, Competitividade e Sustentabilidade na Indústria Mineral; Associações e Redes: APROMIN, CYTED, IERJ, IPANEMA e  PDAC; Diretor de ConDet Ltda. (www.condet.com.br).

Juarez Milmann MartinsGeólogo graduado pela UFRGS em 1968,com especialização em administração pública pela FGV em 1977. Trabalhou até 2001 na CPRM,onde exerceu as funções de geólogo de campo,superintendente regional e diretor técnico,participando de várias missões no exterior,com destaque para o grupo de mineração do Mercosul.Em 2002 ocupou o cargo de secretário adjunto da então SMM do MME,passando a atuar como consultor a partir de 2003,tendo colaborado com a JMendo nos trabalhos para o Plano Nacional de Geologia de Angola,em 2008 ,e para o Plano Nacional de Mineração 2030 do MME,em 2009.

Luis Alberto Alves

Engenheiro de Minas pela Escola de Minas da UFOP (1976).

Diretor de Operações da Kinross no Brasil e Gerente Geral da Rio Paracatu Mineração S.A. (RPM), com responsabilidade, por mais de 12 anos, por todas as atividades operacionais da Empresa em Paracatu, MG, na qual, anteriormente, atuou como Gerente de Produção e Gerente de Mineração por quase 10 anos. Implantou vários Programas de Desenvolvimento Social em Paracatu, Minas Gerais, reconhecidos pelas comunidades beneficiadas.

Ainda na RPM, participou do Projeto Expansão III, que resultou no incremento da produção de 19 Mt/ano de minério alimentado na Usina para 60 Mt/ano e de vários outros projetos para aumentar a produção da Usina. Contribuiu para a obtenção, pela Empresa, da Certificação ISO 14.001, em 2001, e foi Membro do Grupo de Auditores da Rio Tinto em Segurança no Trabalho para as Américas, de 2000 a 2004.

Experiência em avaliação de Projetos de Mineração no Brasil, principalmente de Ouro, e em implantação, como Responsável, por Projeto de Mineração de Ouro no interior do Estado do Maranhão. Experiência, também, em Exploração Mineral para estudos de viabilidade, em especial no Amapá, Tocantins e Bahia.

No início de sua carreira profissional, foi responsável por Turno de Operação da Usina de Beneficiamento da Samarco Mineração S.A., como Chefe de Serviço, após o que, na Mina de Fosfato da Arafértil em Araxá, MG, atuou como Chefe do Setor de Planejamento e Controle e como Chefe do Setor de Mineração e Britagem, oportunidade em que aprofundou seu envolvimento com questões ambientais e relações com comunidades vizinhas à Mina, Mina esta muito próxima da Estância Hidrotermal do Barreiro de Araxá, uma das mais conhecidas atrações turísticas de Minas Gerais e do Brasil.

Participou de diversas Associações Comunitárias e de Grupos de Empregados de empresas onde atuou. Auxiliou na formação de diversos funcionários e ministrou aulas nas Escolas Técnica de Araxá, MG, e de Ouro Preto, MG.

Marcelo Fenelon

Engenheiro de Minas formado pela EEUFMG em 1985, com especializações em Geomatemática pela UFOP, Finanças Empresariais pela FGV e Engenharia de Qualidade e Produtividade pela SME .

Desenvolveu carreira na MBR – Minerações Brasileiras Reunidas S.A. onde foi de Trainee a Diretor desempenhando funções de operação, manutenção, planejamento, licenciamento, etc. com diversas experiências em abertura e fechamento de minas.

Incorporado a Equipe da VALE S.A. em 2006 onde despenhou as funções de Diretor Operacional do Sistema Sul – constituído pelas minas de Fábrica, Feijão, Jangada, Pico, Sapecado, Galinheiro, Aboboras, Capitão do Mato, Tamanduá, Mutuca e Águas Claras – Sistema Sudeste – Conceição, Cauê, Minas do Meio, Brucutu, Gongo Soco, Água Limpa, Fábrica Nova, Alegria, Timbopeba e Corumbá.

Despenhou a função de COO da Vale Fertilizantes compreendendo as plantas químicas de Cubatão, Piaçaguera e Bunge, além de Uberaba, Catalão, Araxá, Araucária, Cajati e Guará, e das minas de Cajati, Araxá, Tapira, Catalão, Patos de Minas e da Mina subterrânea de Taquari Vassouras de Potássio em Sergipe.

Operador e membro do Conselho da Compañia Minera Miski Mayo situada na região do Bayovar na província de Piúra no Peru. Desenvolveu projetos na Argentina, Canadá e Moçambique, além de operação de portos tanto no minério de ferro como de fertilizantes. Membro do Conselho de Administração da MRS Logística.

Rogério Gomes Armond

Engenheiro eletricista, formado pela PUC de Minas Gerais em 1978, CREA 19.426/D, 4ª Região,e engenharia mecânica(não concluída).

Sempre atuante no grupo Mannesmann, durante 34 anos, com experiência em gerência de operação e manutenção eletromecânica de equipamentos industriais de Mineração, aproveitando as oportunidades surgidas nas funções ocupadas, seguindo uma trajetória de grande crescimento profissional. Apoiado em forte espírito de liderança, ajudando a alta direção a conduzir a Empresa de forma firme e objetiva rumo ao crescimento, tendo a mesma atingido um aumento de produtividade per capita de 160%, nos últimos 10 anos.

Participando da modernização e atualização dos processos industriais, através de implementação de novas tecnologias, parte delas trazidas do exterior e inéditas no Brasil, gerenciando as novas montagens eletromecânicas, incluindo drenagens de bancadas, bermas , e águas pluviais dentro da Cava, e do rebaixamento do lençol freático, para operação da Mina.

Trabalhando intensamente nos programas de melhoria do clima organizacional e de desenvolvimento da gestão, tanto no estabelecimento de seus conteúdos programáticos, quanto na participação efetiva durante estes treinamentos.

Integrante de todos os programas corporativos de gestão, destacando-se as gestões de riscos, do meio ambiente, da segurança do trabalho e da saúde ocupacional, incluindo a implantação de normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho.

Coordenando e implantando as montagens eletromecânicas, civis , de projetos, desde a fase de caracterização mineralógica, até seu startup, incluindo o ram up , inédito em 03 meses, da última Instalação de Beneficiamento na V&M Mineração, atingindo a produtividade e rendimento esperado.

Após esta etapa na V&M, gerenciando e coordenando a manutenção geral eletromecânica na Mineração Comisa,(Mineração Serra Azul) incluindo planta de beneficiamento e seus equipamentos móveis de Mina, tais como carregadeiras, escavadeiras, perfuratrizes, compressores, e suas partes prediais.

Prestando após serviços na MIB Mineração, na cidade de Brumadinho, como Superintendente Industrial, nas áreas de Mina, Beneficiamento, incluindo um plano de trabalho para duplicação da produção de minérios beneficiados, com o intuito ao atendimento ao mercado interno e externo de produtos minerais.

Atualmente, na J MENDO CONSULTORIAS, como consultor técnico na área de Mineração, com atuação também na implantação de Normas Técnicas, de produção, segurança do trabalho e na área ambiental.

____________________

A J.Mendo possui, ainda, diversos outros Consultores Associados e Parceiros Estratégicos. Caso seja necessário, Consultores Associados e Parceiros Estratégicos poderão ser alocados em função de demandas específicas.

 

Consultores Associados